Recordista mundial participará da Corrida de São Silvestre

Crédito: Skysport

Grandes nomes estarão participando da 95o edição

A principal corrida de rua da América Latina, a Corrida de São Silvestre, confirmou seus primeiros destaques internacionais. Como tem sido tradição, o evento tem atraído corredores bastante expressivos, com resultados positivos, que têm colaborado para elevar ainda mais o nível técnico. A 95ª edição promete muita emoção, além de prometer ser uma das mais fortes edições dos últimos anos.

As duas primeiras confirmações, por exemplo, dão uma boa noção do que deverá ser a briga pelo topo do pódio. São eles os quenianos Brigid Kosgei, recordista mundial de maratona, e Paul Kipchumba Lonyangata, campeão da Maratona de Paris 2017. Serão cerca de 150 atletas da Elite deste ano, das categorias Platinum, Gold, Silver e Bronze, além de vários destaques do circuito.

Brigid Kosgei, de 24 anos, tem qualificação Platinum (platina) na World Athletics. Ela venceu neste ano a Maratona de Chicago (EUA), com o tempo de 2h14min04s, estabelecendo a melhor marca para a distância. Também foi a primeira em 2019 na Bahrain Night Half Marathon Manama, com 1h05min28seg. Sem dúvida, trata-se de uma corredora de primeira e séria candidata a brigar pelo topo do pódio.

Paul Kipchumba Lonyangata, 27 anos, está qualificado como Golden (ouro) venceu a Maratona de Paris (FRA) em 2017, 2h06min10s, e foi terceiro colocado neste ano da Meia Maratona de Buenos Aires (ARG), com 59min29s. No currículo ainda tem o bicampeonato da Maratona de Shangai (CHN).

Nos próximos dias, a organização divulgará outros nomes do circuito internacional.

Bronze Label

Com mais de nove décadas de história e importância na consolidação da provas de rua na América Latina, a Corrida Internacional de São Silvestre alcançou ainda mais destaque no cenário mundial. A partir da 95ª edição, ela passa também a ser da categoria Road Race Bronze Label da Wolrd Athletics (IAAF), entrando para o rol das principais corridas do mundo. Isso significa possuir critérios técnicos de qualificação que garantirão a presença de alguns dos melhores corredores do mundo na atualidade.

A Corrida de São Silvestre, assim, junta-se a Maratona de São Paulo (desde 2019) e Meia Maratona Internacional do Rio de Janeiro (a partir de 2020), como únicas provas do país a possuir esse Bronze Label. Todos com qualidades e excelência reconhecidas.

Avatar

dungo

Jornalista, corredor e admirador da cidade maravilhosa

E o que achou sobre esse assunto? Contribua com o Esportes de A à Z! Basta preencher o comentário abaixo.

%d blogueiros gostam disto: