Campos e QuadrasTênis

Brasileiros ficam pelo caminho no Rio Open

Crédito: Fotojump

A torcida fez a sua parte e apoiou Thiago Monteiro, Thiago Wild e João Fonseca na busca da vaga inédita de um brasileiro nas semifinais da chave de simples do Rio Open. Todos chegaram a vencer algum set, mas acabaram perdendo e não seguem mais no torneio.

Thiago Monteiro foi o primeiro a ser eliminado

Thiago Monteiro foi eliminado da competição. Crédito: Fotojump

Thiago Monteiro perdeu para o argentino Sebastian Baez. A partida terminou 2 a 1 com parciais de 4/6, 6/1 e 6/2.

“Sabia que ia ser um jogo difícil. Quando ele me quebrou ali no terceiro set, baixei meu nível de tênis e é difícil de jogar com um cara consigo como ele. Mas saio brm daqui e feliz com a minha campanha” – comentou

Com a vitória o argentino  irá encarar  o argentino Facundo Cerúndulo que venceu o sérvio Dusan Lajovic por 2 sets a 1 com parciais de 3/6, 6/4 e 6/4 em partida disputada na quadra 1.

Thiago Wild para em Norrie

Já Thiago Wild teve a difícil missão de encarar o favorito britânico Cameron Norrie mas não deu. A partida acabou 2 a 1 para o brasileiro/britânico com parciais de 6/1, 3/6 e 6/2

Thiago Wild foi eliminado da competição. Crédito: Fotojump

Ele [Thiago] é um jogador difícil, porque é muito agressivo e eu precisei subir muito o nível, acho que se ele conseguir manter esse nível em um jogo ou torneio, não seria surpresa porque ele pode bater alguns dos melhores jogadores do mundo”, completou – Comentou Norrie sobre a vitória

Já para Thiago Wild

“Foi uma semana muito positiva, estou muito feliz com meu desempenho, me reencontrei em quadra e com tempo e trabalho os resultados vêm”, disse Wild. “Não consegui me encontrar em quadra hoje pela maneira como ele [Norrie] joga, ele me tira da minha zona de conforto. É um cara experiente e jogou muito bem hoje, foi muito sólido, mesmo quando eu estava jogando melhor. Mas gostei da maneira como joguei”, concluiu.

João Fonseca perde e termina seu sonho no torneio

Mariano Navone é uma das surpresas do Rio Open. Crédito: Fotojump

A torcida fez a sua parte, mas jogando nervoso, João Fonseca não conseguiu passar pelo argentino Mariano Navone que veio do quali e perdeu por 2 sets a 1 com parciais de 2/6, 6/3 e 6/3 e foi eliminado do Rio Open.

Esse foi o primeiro torneio tão grandioso que eu assisti, sempre sonhei só em jogar o torneio e estar ganhando jogos com tão pouca idade, com jogadores tão grandes nessa quadra é muito especial para mim, vai ser uma semana que eu sempre vou lembrar para o resto da minha vida. Só tenho a agradecer a torcida, a oportunidade e seguir trabalhando para cada vez mais ter esses momentos”, disse o brasileiro.

Mariano Navone irá enfrentar Cameron Norrie na semifinal.

Rafael Matos é finalista nas duplas

Rafael Matos chega a final das duplas. Crédito: Fotojump

Já nas duplas, Rafael Matos conseguiu colocar novamente o Brasil na final das duplas . Junto com seu parceiro colombiano Nicolás Barrientos venceram/perderam os favoritos italianos Andrea Vavassori e Simone Bolelli por 2 sets a 1 com parciais de 2/6, 6/3 e 10/6. Eles aguardam o vencedor da partida entre Sadio Doumbia (FRA) / Fabien Reboul (FRA) e Alexander Erler (AUT) / Lucas Miedler (AUT) que atrasou por conta da chuva de quarta.

“É diferente, a torcida brasileira é barulhenta, eu gosto. Sou um cara mais quieto, acho que isso faz eu ir um pouco mais para cima também e meus melhores jogos são quando eu estou assim, então eu consigo tirar isso deles e jogar em casa é um sentimento muito especial”, afirmou o gaúcho.

dungo

Jornalista, corredor e admirador da cidade maravilhosa

E o que achou sobre esse assunto? Contribua com o Esportes de A à Z! Basta preencher o comentário abaixo.