Nova geração do esporte de neve brasileiro surpreende e encerra temporada de inverno em boa forma

Em competições pela América do Sul, jovens atletas conquistaram resultados importantes para o Brasil em diferentes esportes de neve


A temporada de inverno e competições na América do Sul trouxe excelentes marcas para a nova geração de atletas do país. Entre recordes brasileiros e pessoais, foram diversos resultados expressivos, e na frente de outros países do continente, no Ski Cross Country e do Snowboard.

Em Cerro Catedral, o jovem Manex Silva, de 17 anos, quebrou o recorde brasileiro de Ski Cross Country de Distance na prova de 10km Clássico, no dia 4 de setembro, durante uma competição oficial da FIS (Federação Internacional de Ski). O atleta marcou 111,12 pontos e terminou a disputa em 2º lugar na Argentina. O pódio da prova foi ainda foi completado por outro brasileiro, o olímpico Victor Santos, que conquistou o bronze. A primeira colocação foi do argentino Franco Dal Farra.

“Competi os 10km Clássico com os adultos e consegui um 2º lugar depois de fazer uma boa corrida com boas sensações e bons esquis. Os pontos foram muito bons e eu fiquei muito feliz. Eu nunca pensei que poderia fazer uma pontuação tão baixa com a minha idade, eu fiquei muito feliz e me motiva para continuar baixando os pontos”, conta Manex.

A promissora base do Snowboard nacional

Após anos de destaque da veterana Isabel Clark, maior rider da América Latina (que segue com bons resultados e atualmente foi campeã na etapa da Copa Sul Americana de Snowboardcross, realizada em Pucón no Chile), o Brasil renovou a sua equipe do esporte com jovens promessas que já mostram para que vieram.

Na disciplina de Slopestyle, Kian Hauschildt (16 anos) foi o grande destaque da equipe brasileira e conquistou o terceiro lugar na Copa Sul Americana de Snowboard e o ouro no Campeonato Brasileiro da disciplina, ambos disputados em La Parva.

Augustinho Teixeira, 14 anos, também desempenhou bem e garantiu a prata Campeonato Brasileiro de Slopestyle. Além disso, o atleta conquistou o quinto lugar geral em competição Sul-Americana de Big Air (outra disciplina na qual compete) realizada em Cerro Catedral, na Argentina.

Ainda no Snowboard, Noah Bethonico (15 anos) também trouxe bons resultados para o país. O jovem atleta conquistou o título de campeão brasileiro de Snowboardcross e o quarto lugar em etapa da Copa Sul Americana da mesma disciplina. Vale ressaltar que Bethonico garantiu sua vaga para os Jogos Olímpicos da Juventude de 2020 e irá representar o Brasil em Lausanne.

“Foi muito competitiva [a Copa Sul Americana]. Todos estavam andando muito bem, mas eu estava junto com os melhores de lá. [Foi bom] conseguir ver o quanto eu melhorei da temporada passada para esta. Ano passado competi com todas essas pessoas e eu os via como se estivessem em outro nível. Mas agora eu vejo que estou colado em todo mundo, andando igual a eles. Isso foi bem legal para mim”, conta Bethonico.

Avatar

dungo

Jornalista, corredor e admirador da cidade maravilhosa

E o que achou sobre esse assunto? Contribua com o Esportes de A à Z! Basta preencher o comentário abaixo.

%d blogueiros gostam disto: