STU Open Rio define finalistas de park masculino e street feminino para este domingo

Crédito imagem: Tauana Sofia

A praça Duó, na Barra da Tijuca, foi palco de altas manobras ao longo deste sábado, 4/12, no STU Open Rio. O dia de hoje foi dedicado às semifinais feminina de street e masculina de park. Rayssa Leal, se classificou em primeiro lugar para a grande final. Já entre os atletas de park, Pedro Barros, medalha de prata em Tóquio, garantiu a primeira vaga para a próxima etapa. Os irmãos Luizinho e André Mariano também conquistaram suas vagas na final e, pela primeira vez, irão disputar uma final lado a lado. Neste domingo, acontecem as finais de park feminina (13h15) e masculina 14h25) e as finais de street masculina (15h45) e feminina (17h20.)

No Park, a alegria tomou conta dos irmãos Luizinho e André Mariano, que sempre planejaram uma final juntos.

“Eu senti uma grande diferença das minhas outras competições para essa. Eu não consegui completar o flip e nem o 540 e o Luizinho sempre falava para eu treinar que logo mais estaríamos juntos. E agora esse dia chegou, é amanhã”, comemora André.

Já para o irmão mais velho, o caçula é motivo de orgulho. “Estou muito feliz pela superação dele, feliz que ele confia em mim porque quando me perguntou o que deveria fazer, disse para seguir o coração dele. E o resultado veio”, explica Luizinho. O atleta se classificou em segundo lugar para a próxima etapa e levantou o público com manobras como kick flip, front side e transfer grind.

Medalha de prata em Tóquio, Pedro Barros, foi o primeiro colocado na semifinal com 82.33 pontos. “Eu completei a minha volta inteira e fiquei muito feliz. Não tinha conseguido fazer tudo ainda porque estava resfriado e não tinha andado muito. Estou bem satisfeito e agora é encarar a final”, afirma o skatista

No street, o dia foi das meninas brigarem por uma vaga na final. Rayssa Leal atraiu olhares curiosos e foi a primeira colocada nesta etapa. Com 13.13 pontos, ela mostrou porque faturou a medalha de prata nas Olimpíadas. Back side smith, manobra bastante característica de suas voltas foi a abertura das linhas.

Já Pâmela Rosa, bicampeã mundial, classificada com 12.24 pontos, manteve suas linhas com manobras tradicionais, deixando as novidades para a final. “Hoje fiz minhas manobras tradicionais para sentir a pista e o calor da torcida. Tentei e acertei um Nose grind na borda, Front board e crooked. O importante era passar para a final. Tenho algumas manobras para soltar ainda. Vamos esperar até amanhã na final”, explica.

Com uma torcida mais que especial, Gabi Mazetto se classificou em quinto lugar e comemorou ao lado da filha Lis, de quatro meses, que estava no colo do pai. “Não esperava acertar todas as manobras das minhas linhas então fiquei muito contente com isso. Queria ter acertado outras manobras, mas espero que amanhã consiga acertar”. A atleta também garantiu que tem manobras novas para a final, mas preferiu fazer surpresa.

PROGRAMAÇÃO DOMINGO, DIA 5 DE DEZEMBRO

STREET

15h45 – FINAL MASCULINA

17h20 – FINAL FEMININA

PARK

13h15 – FINAL FEMININA

14h25 – FINAL MASCULINA

dungo

Jornalista, corredor e admirador da cidade maravilhosa

E o que achou sobre esse assunto? Contribua com o Esportes de A à Z! Basta preencher o comentário abaixo.

%d blogueiros gostam disto: