Filipe Toledo vence na Austrália

Crédito: @WSL / Aaron Hughes

O novo líder do ranking mundial, Filipe Toledo viveu pela primeira vez a sensação única de badalar o sino do troféu da vitória no Rip Curl Pro Bells Beach, no domingo de praia lotada na Austrália. Ele Derrotou um novato na elite deste ano, Callum Robson. Ele já tinha garantido a primeira posição no World Surf League Championship Tour 2022 no sábado e o australiano saltou do 15.o para o sexto lugar, com o vice-campeonato na sua estreia em Bells Beach.

“Quero parabenizar a WSL, porque tivemos momentos difíceis, campeonatos cancelados, num ano que o mundo parou, mas trabalharam duro para voltar o circuito no ano passado e agora aqui para Bells. É muito poder estar aqui nesse lugar especial, com muita história e eu não poderia estar mais feliz com esse presente”, disse Filipe Toledo, que pegou o troféu do Rip Curl Pro Bells Beach para badalar o sino com muita força e felicidade. Ele completou 27 anos de idade no sábado, quando assumiu a liderança no ranking da temporada 2022.

O troféu do evento mais tradicional do Circuito Mundial, é um dos mais desejados por todos. Filipe Toledo é o quarto surfista do Brasil, a ter o seu nome escrito nos degraus da escada que sobe da praia até o alto do penhasco de Bells, onde estão homenageados todos os campeões e campeãs da longa e rica história do Rip Curl Pro Bells Beach. A primeira vitória foi de Silvana Lima em 2009. Depois, os campeões mundiais Adriano de Souza e Italo Ferreira também badalaram o sino em 2013 e em 2018, respectivamente.

A 11.a vitória na 16.a final da sua carreira em etapas do World Surf League Championship Tour, foi como um presente de aniversário para Filipe. Ele completou 27 anos de idade no sábado, quando tirou a liderança do ranking do japonês Kanoa Igarashi. Agora, vai defender o título da próxima etapa, que começa no dia 24 na Austrália, vestindo a lycra amarela de número 1 da World Surf League. No ano passado, ele e Tatiana Weston-Webb fizeram uma dobradinha brasileira no alto do pódio do Margaret River Pro.

FINAIS EM RINCON – As finais do Rip Curl Pro Bells Beach 2022 aconteceram em Rincon, que fica mais a direita do palco principal, o Bowl de Bells. Em Rincon, as ondas são mais rápidas, favorecendo o surfe de alta performance, como o de Filipe Toledo. Mas, as condições estavam difíceis no domingo, com muito vento agindo negativamente na formação das direitas de 3-4 pés e deixando o mar mexido, balançando bastante. O evento chegou a ficar parado por cerca de 3 horas, para aguardar que as ondas melhorassem para decidir os títulos.

Filipe Toledo pegou a primeira e começou com uma rasgada grande, seguida por uma batida passando a rabeta do lip da onda e seguiu fazendo rasgadas, tail slides, manobrando sem parar até a beira do mar. Callum Robson entra na onda de trás e manobra forte na borda também, mas cai no meio do caminho. A nota do Filipe sai 6,00 e o australiano recebe 5,17. Na segunda onda, Filipe usa seu repertorio de manobras inovadoras e progressivas, com batidas, rasgadas, voa num alley-oop, segue atacando e finaliza com um aéreo reverse.

Os juízes dão 8,17 nessa onda, que abre 9,00 pontos de vantagem sobre Callum. Faltando 15 minutos, o australiano surfa forte de novo e volta para a briga com 7,77. Filipe vem na onda de trás, faz uma série de cutbacks, acelera e completa outro aéreo rodando mais alto, para trocar o 6,00 por 6,57. O australiano fica precisando de 6,98, mas falha nas chances que teve para conseguir a vitória e a bateria termina com vitória brasileira por 14,74 a 12,94 pontos.

ÚLTIMO DIA DO RIP CURL PRO BELLS BEACH 2022: 

DECISÃO DO TÍTULO MASCULINO:
Campeão: Filipe Toledo (BRA) por 14,74 pts (8,17+6,57) – US$ 100.000 e 10.000 pts
Vice-campeão: Callum Robson (AUS) com 12,94 pts (7,77+5,17) – US$ 45.000 e 7.800 pts

SEMIFINAIS – 3.o lugar com US$ 25.000 e 6.085 pontos:
1.a: Filipe Toledo (BRA) 10,73 x 4,10 Ethan Ewing (AUS)
2.a: Callum Robson (AUS) 11,86 x 11,50 Jack Robinson (AUS)

dungo

Jornalista, corredor e admirador da cidade maravilhosa

E o que achou sobre esse assunto? Contribua com o Esportes de A à Z! Basta preencher o comentário abaixo.

%d blogueiros gostam disto: