Niterói Chess Open 2022: o melhor Aberto de Xadrez do Brasil está de volta

Crédito: Claudia Aquino

Existem inúmeras formas de ilustrar que o Xadrez é um dos esportes mais praticados ao redor do mundo, sendo uma das mais evidentes o fato de que a FIDE (Federação Internacional de Xadrez, em português), com 200 países afiliados, possui mais membros do que a ONU (Organização das Nações Unidas). E pode-se dizer que não é de hoje que a cidade de Niterói se encontra inserida no vasto universo do Xadrez, muito pelo contrário. Por exemplo, conforme apontam registros históricos, o Club de Xadrez de Nictheroy foi fundado em abril de 1924, ou seja, alguns meses antes da própria FIDE. Atualmente, o grande símbolo da tradição enxadrística da “Cidade Sorriso” é o Niterói Chess Open, o melhor evento de Xadrez do Brasil, que retorna para sua segunda edição entre os dias 1 e 7 de setembro oferecendo 35 mil reais em premiação:

“Niterói tem uma belíssima história no Xadrez, que precisa ser sempre celebrada e que nos serve de motivação para agir no presente e olhar para o futuro. O Niterói Chess Open é um fruto dessa tradição e nós nos esforçamos para enriquecê-la ainda mais. Por isso, hoje temos um enorme orgulho em promover um Aberto de Xadrez que contará com 250 participantes de quase 10 países e de todas as regiões do Brasil, distribuirá a maior premiação dentre todos os torneios que são realizados no país e receberá nada menos do que 13 Grandes Mestres Internacionais”, destacou Andrey Czertok, um dos idealizadores e organizadores do Niterói Chess Open.

De certa maneira, a lista dos Grandes Mestres Internacionais do Niterói Chess Open reflete o encontro entre passado e presente que é uma das marcas do evento. Lá está o nome de Henrique Mecking, o Mequinho, sem dúvidas o enxadrista brasileiro de maior sucesso, tendo sido número 3 do ranking mundial em 1977 e top 10 em todos os anos entre 1976 e 1982. Mequinho tornou-se o primeiro Grande Mestre do Brasil em 1972, exatamente meio século antes de Renato Quintiliano, que este ano se confirmou como o 15º e mais recente no país a obter este título. Renato Quintiliano não apenas estará no Niterói Chess Open como realizará uma exibição simultânea. Por essas e outras que o Diretor do Torneio José Costa Fernandes (Mestre FIDE) está repleto de expectativas:

“Dos 12 Grandes Mestres Internacionais brasileiros que ainda estão na ativa, 9 participarão do Niterói Chess Open, incluindo todos os 7 que alcançaram esta titulação desde a última década. Esses números indicam que podemos esperar muito equilíbrio e partidas que serão analisadas e estudadas por um bom tempo. Além do mais, é sempre um privilégio e um atrativo à parte poder acompanhar os duelos entre o inesgotável Mequinho, que segue firme e forte como um dos melhores do país, e a nossa nova geração de enxadristas. E não podemos esquecer dos Grandes Mestres e Mestres Internacionais que também virão de outros países da América do Sul e da Europa”.

Ao mesmo tempo em que se inspira no passado, o Niterói Chess Open pensa no futuro e adota diferentes ações neste sentido. Concordando com as pesquisas na área de Educação que sugerem que o ensino de Xadrez estimula o desenvolvimento de criatividade, paciência e concentração, o Niterói Chess Open realiza o Torneio Niteroiense de Xadrez Escolar nas categorias sub-13 e sub-18, com inscrições gratuitas para estudantes da Rede Pública Municipal. Outra estratégia que merece ser mencionada é que o Niterói Chess Open é o único no país a estabelecer inscrições gratuitas para as mulheres, se unindo ao Manifesto da FIDE que declarou 2022 como o Ano Internacional da Mulher no Xadrez e chamou a atenção para a necessidade de medidas que incentivem a igualdade de gênero neste esporte:

“Na nossa 1ª edição, recebemos mais de 100 meninos e meninas para o Torneio Escolar e a expectativa para este ano é ainda maior. Quanto à presença feminina, os números são igualmente ou até mais relevantes. Na última parcial de inscritos tínhamos quase 60 mulheres, o que garante que nosso evento terá uma proporção de enxadristas femininas significativamente acima da média mundial”, contou André Reale, Diretor do Niterói Chess Open.

Além do Torneio Aberto do Brasil – II Niterói Chess Open 2022, a programação inclui o Torneio de Blitz – Nikity Blitz 2022, a Simultânea com o Grande Mestre Renato Quintiliano e o Torneio Niteroiense de Xadrez Escolar 2022. Quanto ao Torneio Escolar, vale mencionar que as inscrições estão abertas até o dia 26 de agosto e são gratuitas para estudantes municipais da rede pública, enquanto os da rede privada precisam apenas levar 1Kg de alimento não perecível, que será destinado a instituições de caridade locais. No embalo do Niterói Chess Open, outras atividades paralelas estão sendo programadas, já estando confirmado o lançamento do livro “Escalada de um Campeão – Bobby Fischer 1970-1972”, no dia 1 de setembro. Os autores Antônio Sylvio F. da Costa, Antonio Claudio Marcolino e José Costa Fernandes Jr., este último um dos organizadores do Niterói Chess Open, estarão presentes. Os detalhes da programação do evento, assim como outras informações, podem ser encontrados em www.niteroichessopen.com.br

dungo

Jornalista, corredor e admirador da cidade maravilhosa

E o que achou sobre esse assunto? Contribua com o Esportes de A à Z! Basta preencher o comentário abaixo.

%d blogueiros gostam disto: