Zebra da as caras no primeiro dia de Rio Open

Mal o Rio Open começou e a zebra deu seu primeiro sinal de vida. Na quadra central, o atual campeão do Rio Open, o uruguaio Pablo Cuevas, número 30 do mundo foi eliminado para o belga Arthur de Greef, número 138 do mundo por 2 sets a 1 e foi eliminado do torneio.

De Greef está seguindo um caminho longo no torneio. Ele eliminou o brasileiro João Pedro Sorgi na primeira rodada do qualifyng e conseguiu entrar no torneio ao vencer o dominicano Victor Estrella Burgos antes de encarar este jogo contra Cuevas.

“Estive muito calmo no match point e consegui pegar a bola decisiva. Essa é a minha principal vitória da vida e ganhar de um top 30 não é qualquer dia. Não tive dificuldades em jogar na quadra central e encarei numa boa" - Diz De Greef sobre sua vitória.

Antes de ser jogador de tênis, ele era jogador hóquei de grama e resolveu mudar de esporte e começou a jogar bem recentemente e foi uma mudança que mudou sua completamente. Ele percebeu que se dava melhor em esporte individual do que em esporte de grupo.

Já o uruguaio, não vem vindo bem esse ano. Cuevas na semana passada também foi eliminado na primeira rodada no torneio de Buenos Aires contra Dolgopolov e como vinha defendendo seu título, certamente perderá bastante pontos no ranking da ATP.

A partida

Com mais ritmo de jogo, De Greef surpreendeu logo no início do jogo e em pouco tempo, já colocou 3 a 0 no placar. Cuevas muito timidamente ainda tentou se recuperar e chegou a pontuar, mas não deu para ele. Em pouco mais de meia-hora, o belga fechou o placar por 6 a 3 e abrindo um set no placar.

Já no segundo set, a história foi bem diferente. Cuevas foi quem começou a dar as cartas na partida e conseguiu obter duas quebras de serviço abrindo 4 a 1 no placar. O Belga até esboçou uma reação, mas no final, Cuevas conseguiu devolver os 6 a 3 empatando o jogo em 1 a 1 e levando a decisão para terceiro set.

O terceiro e decisivo set teve outra cara. Os dois jogadores resolveram dar um espetáculo para a torcida presente e equilibraram a partida.  Todos os games foram decididos no desempate e sempre quem sacava levava vantagem. Mas no último game da partida, Cuevas desperdiçou o game decisivo e acabou perdendo por 7 a 5 e está fora do torneio.

Na próxima rodada, De Greef terá pela frente o vencedor da partida entre o italiano Paolo Lorenzi e o argentino Federico Delbonis.

“Tenho certeza que o próximo jogo será difícil e acredito que posso me dar bem. Vamos ver o que está por vir. ” – Finaliza.

Veja mais imagens da partida:

Campeão Pablo Cuevas e brasileiro Rogério Dutra Silva abrem a disputa do Rio Open nesta segunda

A quarta edição do Rio Open começa nesta segunda-feira, no Jockey Club Brasileiro, com a estreia do brasileiro Rogério Dutra Silva e do último campeão do torneio, o uruguaio Pablo Cuevas. Pela chave de duplas, destaque para os campeões do Australian Open 2015, os italianos Fabio Fognini e Simone Bolelli. Na terça-feira será vez de o japonês Kei Nishikori se apresentar para o público brasileiro, em jogo contra o local Thomaz Bellucci. O ATP 500 do Rio, o maior torneio de tênis da América do Sul, tem premiação total de R$ 4,5 milhões. Ingressos á venda no site www.tudus.com.br ou na bilheteria do evento, no Jockey, a partir das 12 horas.

Rogerinho abre a competição às 16h30, na quadra central, contra o jovem norueguês Casper Ruud. Já Cuevas, responsável por eliminar o espanhol Rafael Nadal na edição passada, encara o belga Arthur De Greef, às 19h, na abertura da rodada noturna. De Greef garantiu a vaga na chave principal neste domingo, ao vencer na última rodada do qualifying o dominicano Victor Estrella Burgos por duplo 6/4. 

O brasileiro, atual 82º do ranking mundial, enfrentará Ruud pela primeira vez. O jovem de 18 anos recebeu convite da organização. Na temporada passada, Ruud subiu 900 posições no ranking. "Sei que vai ser um jogo duro, ele é jovem, mas tem muito potencial. Espero fazer uma partida boa, ser agressivo, para conquistar a vitória", disse o brasileiro, que disputará pela primeira vez a chave principal de um torneio de ATP 500 na carreira.

Outro destaque da rodada que abre o Rio Open é a partida entre o cabeça de chave número 8, o português João Sousa, contra o espanhol Roberto Carballes Baena, que veio do qualifying. Baena garantiu a vaga ao vencer o brasileiro Guilherme Clezar, neste domingo, de virada, por 1/6, 6/1 e 6/4.
Pela chave de duplas, na edição mais forte do Rio Open, os italianos Fabio Fognini e Simone Bolelli, campeões do Australian Open 2015, estreiam contra o chileno Julio Peralta e Horacio Zeballos, no terceiro jogo da quadra 1.

Bellucci espera apoio da torcida para surpreender Nishikori

Pela segunda vez, o brasileiro Thomaz Bellucci terá o desafio de encarar o favorito ao título em uma estreia no Rio Open. Em 2015 foi o espanhol Rafael Nadal. Dessa vez, o japonês Kei Nishikori, atual número 5 do mundo. Apesar do azar na hora do sorteio da chave, o brasileiro está otimista para a estreia, marcada para terça-feira à noite. "Não é a melhor primeira rodada para jogar. Nos últimos anos tive um pouco de azar nos sorteios, mas encaro como uma oportunidade. A disputa é no saibro, talvez o pior piso dele, onde conquistou menos resultados. Se fosse na quadra rápida, a vantagem dele seria maior. Estou jogando em casa, no piso que mais gosto, é uma oportunidade boa de eu surpreender. Nos últimos anos a torcida me apoiou bastante, mesmo enfrentando o Nadal. Esse apoio dá uma motivação a mais, confiança na hora de entrar na quadra ", disse o ex-número 21 do mundo.

Dono de quatro títulos na carreira, Bellucci tem como melhor resultado nesta temporada a semifinal do ATP 250 de Quito. Atual 75º do mundo, o brasileiro enfrentou Nishikori em 2015, em Roland Garros, quando foi derrotado por 3 sets a 0. "Eu vinha de Genebra, onde fui campeão, e tive pouco tempo para me adaptar. É um jogo difícil, ele tem uma esquerda muito boa, uns dos tenistas mais atléticos do circuito, corre muito. Tem um primeiro saque bem colocado. É um jogo em que vou ter que variar muito as jogadas, não deixar ele confortável".

PROGRAMAÇÃO - segunda, 20/02
QUADRA CENTRAL - 4:30 pm
[WC] C. Ruud (NOR) vs R. Dutra Silva (BRA) 
Nåo antes das 7:00 pm
[Q] A. De Greef (BEL) vs [3] P. Cuevas (URU) 
[Q] R. Carballes Baena (ESP) vs [8] J. Sousa (POR)

QUADRA 1 - 4:30 pm
F. Bagnis (ARG) vs D. Lajovic (SRB) 
D. Schwartzman (ARG) vs R. Olivo (ARG) 
[PR] S. Bolelli (ITA) / F. Fognini (ITA) vs J. Peralta (CHI) / H. Zeballos (ARG)

QUADRA 2 - 7:00 pm
[Q] N. Kicker (ARG) vs [Q] M. Cecchinato (ITA) 
G. Duran (ARG) / A. Ramos-Vinolas (ESP) vs N. Monroe (USA) / A. Sitak (NZL)

Grandes confrontos na primeira rodada do Rio Open

Para quem comprou os ingressos para os dois primeiros dias de Rio Open, não terá do que reclamar. Em sorteio realizado em um shopping do Rio de Janeiro com o público sorteando os nomes, saiu a primeira rodada do torneio e dignas de semifinais.

Para variar um pouco, o paulista Thomaz Bellucci começa pegando a maior pedreira possível. Ele estreia nesta terça diante do cabeça de chave n.1 do torneio, o japonês Kei Nishikori, atual n.5 do ranking mundial. Em 2015, o brasileiro começou pegando o espanhol Rafael Nadal e foi eliminado.

Caso passe por Nishikori, Bellucci poderá medir forças com Thiago Monteiro que fará duelo contra o português Gastão Elias que é n.79 no ranking da ATP. Já Rogério Dutra e João Souza, o Feijão, terão jogos duros contra o norueguês Casper Ruud e o espanhol Pablo Carreno Busta respectivamente.

Entre os outros favoritos ao torneio, o austríaco Dominic Thien que foi semi-finalista ano passado terá o ex-top 10, o sérvio Janko Tipsarevic que está se recuperando fisicamente. O Espanhol David Ferrer que foi campeão em 2015, pega o ucraniano Alexandr Dolgopolov que foi vice em 2014 perdendo para Nadal. O atual campeão, o uruguaio Pablo Cuevas foi quem se deu um pouco melhor e aguarda seu adversário que será definido no qualyfing amanhã.

Duplas

No torneio das duplas mais forte da história do torneio, o sorteio foi bem cruel com os brasileiros. Bruno Soares e Jamie Murray, cabeça de chave n.1 do torneio pegam de cara seus compatriotas Marcos Daniell e Marcelo Demoliner em um confronto com brasileiros. Já Marcelo Melo que joga com sua nova dupla o polonês Lukasz Kubot e Kubot pegam Feijão e Fabricio Neis.

Já Thomaz Bellucci e Thiago Monteiro, terão logo de cara os bicampeões do torneio de duplas, os colombianos Sebastian Cabal e Robert Farah. André Sá que jogará com o espanhol Tomy Robredo terá pela frente os argentinos Molteni e Schwartzman.

A chave principal do torneio começa nessa segunda.

João Pedro Sorgi ganha convite para Rio Open Qualiying

O Rio Open Qualifying, torneio classificatório para o maior evento de tênis da América do Sul, ganhou mais um brasileiro na chave: João Pedro Sorgi foi beneficiado nesta segunda-feira(13/02), com o terceiro convite da competição. Ele se une aos outros dois convidados, Orlando Luz e Felipe Meligeni Alves na disputa por uma das quatro vagas na chave principal do Rio Open. O evento acontece nos dias 18 e 19 de fevereiro, com entrada gratuita no Jockey Club Brasileiro.

Em 2016, Sorgi subiu mais de 350 posições no ranking da ATP- hoje é o 349o - e vive o melhor momento da carreira. Foram duas finais de torneios da série Future, duas oitavas em eventos de US$ 50 mil em premiação e uma semifinal no Challenger do Equador, quando derrotou jogadores como Victor Estrella Burgos, então 104o do mundo, Leonardo Mayer, 124o e Facundo Bagnis, 68o da ATP.

"Eu estou muito feliz com a oportunidade de poder jogar um torneio do nível do Rio Open Qualifying, ainda mais sendo no meu país. É uma oportunidade muito especial, que eu pretendo desfrutar ao máximo e agregar uma ótima experiência à minha carreira. Venho evoluindo meu tênis e acho que oportunidades como estas podem me fazer crescer muito mais. Estou muito motivado para jogar. Gostaria de agradecer ao Luiz Carvalho pela oportunidade", comentou João Pedro Sorgi, que joga o quali no Rio pela primeira vez na carreira.

" O Sorgi vem mostrando um bom desempenho desde o ano passado e temos essa premissa de dar convite para jogadores novos e que mereçam a chance de disputar o Rio Open Qualifying. Além de tentar a vaga na chave, eles têm a oportunidade de vivenciar toda a estrutura de um grande torneio do circuito, conviver com jogadores entre os melhores do mundo e aprender muito", explicou Luiz Carvalho, diretor do torneio.

A chave do Rio Open Qualifying conta com dois top 100, Carlos Berlocq(ARG) 81o e Victor Estrella Burgos(DOM),96o , além de outros 11 top 150. Entre os brasileiros, João "Feijão" Souza é a grande atração dos dias 18 e 19, quando a entrada é gratuita para o público.

Rio Open Qualifying
18 e 19 de fevereiro
Jockey Club Brasileiro
Entrada Gratuita

Thiago Monteiro estreia nesta terça-feira no ATP de Buenos Aires

Thiago Monteiro, número 85 do ranking da ATP, tem estreia marcada para esta terça-feira no ATP 250 de Buenos Aires, na Argentina, segundo evento da gira sul-americana no saibro com premiação de US$ 546 mil.

O atleta encara o dominicano Victor Estrella, 93º colocado e que vem do tricampeonato no ATP 250 de Quito, no Equador, conquistado no domingo: "Estreia dura, mas as condições aqui são mais favoráveis para o meu jogo. Está bem lento e a bola quicando bem, venho treinado muito bem desde que cheguei em Buenos Aires e estou confiante pra essa estreia. Tenho que fazer o meu melhor e dar tudo em quadra pra conseguir minhas chances", avaliou Monteiro que faz o 2º jogo da quadra 3 que começa em torno das 16h15.

Após a semifinal em Montpellier, na França, Marcelo Demoliner, número 55 do ranking mundial, subiu duas posições ao nono lugar do ranking de parcerias da temporada com o neozelandês Marcus Daniell empatados com mais três duplas com 360 pontos. Os dois, que fizeram oitavas no Australian Open e outra semi, em Auckland, na Nova Zelândia, ocupam a primeira posição entre brasileiros na temporada. Eles jogam o ATP 250 de Buenos Aires, na Argentina, a partir desta semana estreando contra o mexicano Santiago Gonzalez e o espanhol David Marrero.

Estar entre os oito melhores ao fim do ano significa a classificação para o ATP World Finals, em Londres, em novembro, um dos mais prestigiados e seletos eventos da temporada.

Felipe Meligeni Alves ganha 2o convite para Rio Open Qualifying

O campineiro Felipe Meligeni Alves, 18 anos e atual campeão de duplas do US Open juvenil ganha o segundo convite para o Rio Open Qualifying, entre os dias 18 e 19 de fevereiro no Jockey Clube Brasileiro. O classificatório distribui as últimas quatro vagas para a chave principal do ATP 500- maior torneio de tênis da América do Sul.

A disputa nos Estados Unidos foi a última no circuito ITF Jr, do tenista que completa 19 anos no dia 19 de fevereiro, em plena disputa do quali. Atual 1096o na ATP, após o título no Grand Slam norte-americano o sobrinho de Fernando Meligeni buscou pontos no circuito profissional em disputas de torneios das séries Future e Challenger. O Rio Open Qualifying será o primeiro evento ATP que ele disputa na ainda curta carreira.


"Só tenho a agradecer essa oportunidade que o Rio Open está me dando, acho que vai ser uma porta para muita coisa boa que pode vir para mim daqui para frente. Sei que vai ser muito difícil, mesmo no qualifying só vai ter jogador entre os melhores do mundo, então estou treinando bastante. É uma experiência nova, nunca joguei um quali de ATP, ainda mais ATP 500 em casa, sei que vai ser uma energia boa, vou conseguir jogar solto, fazer meu melhor e tenho expectativa de fazer um bom jogo e, quem sabe, até mais de um, se for possível. É entrar focado e agradecer todo mundo, a Fila meu patrocinador, o Rio Open através do Luiz Carvalho e da IMM. Muito obrigado", falou Felipe Meligeni Alves.

"Nós sempre procuramos beneficiar jovens tenistas com convites para o Rio Open qualifying. Felipe Alves já provou que é um jovem promissor e merece essa chance de conviver com jogadores do top 100, viver essa experiência, o ambiente de um ATP 500 e ainda contar com a torcida em casa. Quem sabe não consegue ser uma surpresa na competição?" comentou Luiz Procópio Carvalho, diretor do Rio Open Qualifying.

Por ser um ATP World Tour 500, a chave classificatória tem somente 16 tenistas. Treze entram direto através do ranking e além de Orlando Luz e Felipe Alves, outro jogador ganhará convite da organização para tentar uma vaga na chave principal. 
O grande destaque do Rio Open qualifying é o também brasileiro João Souza, o Feijão.
Os jogos do Rio Open Qualifying têm entrada gratuita nos dias 18 e 19 de fevereiro no Jockey Club Brasileiro.

Na chave principal, que acontece de 20 a 26 de fevereiro, já estão garantidos os top 10 Kei Nishikori e Dominic Thiem, os destaques David Ferrer, Fabio Fognini e Pablo Cuevas, além dos brasileiros Thomaz Bellucci, Thiago Monteiro e Rogerio Dutra Silva.

Nishikori já tem data de estreia marcada para o Rio Open: 3a. feira, 21 de fevereiro

Nishikori estreará na terça dia 21 no Rio Open de tênis. Crédito: Getty Images

 

A quarta edição do Rio Open apresentado pela Claro, que acontece de 20 a 26 de fevereiro de 2017, no Jockey Club Brasileiro, no Rio de Janeiro, confirmou nesta quinta-feira, que Kei Nishikori, medalha de bronze nos Jogos Olímpicos Rio 2016 e atual número 5º do ranking da ATP,  tem a sua estreia marcada para o dia 21 de fevereiro, terça-feira, na sessão da noite. Os ingressos estão à venda no www.tudus.com.br/rioopen .

Maior estrela do esporte asiático, Nishikori tem 11 títulos de ATP e há dois anos se tornou o primeiro tenista da Ásia a alcançar a final de um Grand Slam, no US Open. No ano passado alcançou o seu melhor ranking, o de número 4 e estará no Rio Open pela primeira vez.

Os ingressos para o maior torneio de tênis da América do Sul estão à venda no site www.tudus.com.br. Nos primeiros dias do torneio, o público poderá ver todos os atletas em ação, tanto nos treinos quanto nos jogos, iniciando a busca pelo título do Rio Open 2017. Sendo assim, quem tiver ingresso para um desses dois primeiros dias poderá vê-los no saibro carioca do Jockey Club Brasileiro.

Nishikori lidera uma lista de jogadores que incluem o austríaco Dominic Thiem, 8o da ATP e que volta ao Rio Open depois de alcançar a semifinal em 2016 e deslanchar na temporada de saibro. Ganhou quatro títulos, chegou à semifinal de Roland Garros e se classificou para o ATP Finals. Além de Thiem, jogarão no Jockey nomes como Janko Tipsarevic, ex-top 4, o espanhol David Ferrer, campeão em 2015, o atual campeão Pablo Cuevas e os brasileiros Thomaz Bellucci, Thiago Monteiro e Rogério Dutra Silva, sem contar com os duplistas Bruno Soares e Marcelo Melo, que jogarão com seus respectivos parceiros de circuito, Jamie Murray e Lukasz Kubot.

"A terça-feira ficou ainda mais especial com a confirmação da estreia do Nishikori. Além dele vamos ter todos principais jogadores estreando nesses dois primeiros dias que são sempre muito atrativos para quem gosta de tênis já que se tem a garantia de ver todos eles em ação ou nas quadras de treino do Jockey Club Brasileiro", disse Luiz Carvalho, Diretor do Torneio.

A chave principal do Rio Open começa no dia 20 de fevereiro. A primeira rodada acontece na segunda e terça-feira. As oitavas-de-final são realizadas na quarta e na quinta. As quartas-de-final ficam para sexta-feira, as semis no sábado e a grande final no domingo. A programação de cada jogo é definida sempre na noite anterior. Apenas a estreia de Kei Nishikori já foi programada para o dia 21/02, na rodada noturna.

ATP divulga lista de duplas e Rio Open terá chave mais forte da história da competição

Bruno Soares e Jammie Murray terminaram o ano passado como dupla n.1 do mundo. Crédito: Getty Images

 

A ATP divulgou nesta terça a lista das duplas que disputarão a edição 2017 do Rio Open apresentado pela Claro. A chave de duplas do ATP 500 será a mais forte da história da competição, contando com sete campeões de Grand Slam, entre eles, Bruno Soares e Marcelo Melo. Os ingressos para o Rio Open, que acontece de 20 a 26 de fevereiro, no Jockey Club Brasileiro, e contará com a presença de dois top 10, Kei Nishikori e Dominic Thiem, na simples, estão à venda no www.tudus.com.br/rioopen .

Os brasileiros Bruno Soares e Marcelo Melo, que disputarão o torneio com seus parceiros atuais de circuito, são os principais destaques. Ao lado do britânico Jamie Murray, Soares foi campeão do Australian Open e do US Open no ano de 2016, terminando a temporada como a melhor dupla do mundo. O time virá ao Rio Open em busca do primeiro título de um brasileiro no maior torneio da América do Sul.

Já Melo e o polonês Lukasz Kubot estão no primeiro ano de parceria. Após a conquista do ATP 500 de Viena por dois anos consecutivos, a dupla decidiu disputar a temporada de 2017 junta, formando um time de peso. O mineiro é ex-número 1 do mundo e foi campeão de Roland Garros em 2015 ao lado do croata Ivan Dodig, enquanto Kubot possui no currículo o título do Australian Open em 2014, com o sueco Robert Lindstedt. 

A chave também contará com os colombianos Juan Sebastian Cabal e Robert Farah, bicampeões do Rio Open e atuais defensores do título, os italianos Simone Bolelli e Fabio Fognini, campeões do Australian Open em 2015, a dupla formada pelo uruguaio Pablo Cuevas, atual campeão de simples do Rio Open e vencedor do torneio de duplas de Roland Garros em 2008, com o espanhol Pablo Carreno Busta, que enfrentou Bruno Soares na final de duplas do US Open e o espanhol David Marrero e o mexicano Santiago Gonzalez.

"Sem dúvida nenhuma é a chave de duplas mais fote da nossa história, liderada pelos brasileiros. Teremos disputas duríssimas, com muitos campeões de Grand Slam em ação. É um privilégio para o Rio Open recebê-los e um presente para o público," disse o Diretor do Torneio, Luiz Procopio Carvalho.

Além das 10 vagas diretas, outras seis serão preenchidas, sendo três on-site, duas por convite da organização e uma do Rio Open Qualifying, que também estará bem forte, contando com nomes como Carlos Berlocq e Albert Ramos-Vinolas, André Sá e Tommy Robredo, Dominic Thiem e Gerald Melzer, Alexander Dolgopolov e Stephane Robert - que estão na lista de Alternates.

DUPLAS
1- Bruno Soares/Jamie Murray(BRA/GBR)
2- Marcelo Melo/Lukaz Kubot(BRA/POL)
3- Pablo C.Busta/Pablo Cuevas(ESP/URU)
4- Juan S.Cabal/Robert Farah(COL/COL)
5- Paolo Lorenzi/João Sousa(ITA/POR)
6- Santiago Gonzalez/David Marrero(MEX/ESP)
7- Simone Bolelli/Fabio Fognini(ITA/ITA)
8- Julio Peralta/Horacio Zeballos(CHI/ARG)
9- Nicholas Monroe/Artem Sitak(USA/NZL)
10- Andres Molteni/Diego Schwartzman(ARG/ARG)

Orlando Luz ganha convite para jogar o Rio Open qualifying

Orlando Luz se junta a Feijão e será mais um brasileiro no Qualifyng do Rio Open. Crédito: João Pires/FotoJump

Orlando Luz, a jovem promessa do tênis brasileiro ganhou convite para disputar o Rio Open Qualifying, torneio que acontece nos dias 18 e 19 de fevereiro, valendo as últimas vagas para a chave principal do Rio Open, o maior torneio de tênis da América do Sul. Os jogos do Rio Open Qualifying acontecem a partir das 10:00, no Jockey Club Brasileiro.

Orlando Luz, número um do ranking mundial juvenil em 2015, é uma das maiores promessas do tênis nacional. Aos 16 anos foi medalha de ouro em duplas nos Jogos Mundiais da Juventude e campeão de duplas em Wimbledon. Aos 17, conquistou o bicampeonato do Banana Bowl e do Campeonato Internacional Juvenil de Porto Alegre. 

A trajetória profissional começou simultaneamente à juvenil, e entre 2015 e 2016, o gaúcho já levantou dois troféus torneios da série Future, em simples e três nas duplas. Em simples, foi três vezes vice-campeão e alcançou a semifinal de dois Challengers.

Atual 541o no ranking da ATP, Orlandinho, de apenas 18 anos, como é conhecido comemora o convite para o Rio Open Qualifying, o primeiro ATP da carreira.

"Estou muito feliz com esse convite, quero agradecer à IMM, ao Luiz Carvalho e a todos que fazem esse torneio. No ano passado tive a oportunidade de poder jogar meu primeiro ATP e no Rio. Agora vou tentar uesar um pouco dessa experiência que tive para jogar melhor, mais relaxado do que o ano passado. Não joguei tão bem como eu queria. Este ano vou com um pouco mais de noção do que vou enfrentar e espero dar o meu máximo, para fazer valer essa oportunidade. Não é todo dia que a gente tem essa chance de jogar um ATP 500 em casa," disse o tenista de 18 anos.

"Todo ano o Rio Open faz questão de dar oportunidade aos tenistas jovens. Além de conviver e enfrentar tenistas entre os top 100 e outros que já estiveram entre os top 50, eles vivem o clima de um ATP 500, que é bem diferente da rotina de início de carreira, contando com a ajuda da torcida e com chance de conseguir uma vaga na chave principal do maior torneio de tênis da América do Sul," disse Luiz Procopio Carvalho, diretor do Rio Open Qualyfying.

A chave classificatória do ATP World Tour 500 tem 16 tenistas. Treze entram direto através do ranking e além de Orlando Luz, outros dois ganharão convite da organização para jogar a fase classificatória. 
O grande destaque do Rio Open qualifying é o também brasileiro João Souza, o Feijão.

Na chave principal, que acontece de 20 a 26 de fevereiro, já estão garantidos os top 10 Kei Nishikori e Dominic Thiem, os destaques David Ferrer, Fabio Fognini e Pablo Cuevas, além dos brasileiros Thomaz Bellucci, Thiago Monteiro e Rogerio Dutra Silva.

ATP divulga lista do Rio Open Qualifying

João Souza, o feijão, é o único brasileiro na qualifyng no Rio Open. Crédito: João Pires/JUMP

 

A ATP divulgou nesta terça-feira lista dos tenistas que disputarão o Rio Open Qualifying, nos dias 18 e 19 de fevereiro, valendo as últimas vagas para a chave principal do Rio Open, o maior torneio de tênis da América do Sul. Os jogos do Rio Open Qualifying acontecem a partir das 10:00, no Jockey Club Brasileiro.

Mais quatro tenistas ganharão vaga na chave principal do ATP 500, através do qualifying. Cada tenista precisará vencer dois jogos para avançar para a chave principal e duelar com Kei Nishikori, Dominic Thiem, David Ferrer, Fabio Fognini, Pablo Cuevas, Janko Tipsarevic e os brasileiros Thomaz Bellucci, Thiago Monteiro e Rogerio Dutra Silva.

A chave classificatória do ATP World Tour 500 tem 16 tenistas. Treze entram direto através do ranking e outros três ganharão convite da organização para jogar a fase classificatória. 

"É uma oportunidade fantástica que o público tem de assistir os jogos do Rio Open qualifying e viver o maior torneio da América do Sul. A gente chama a torcida para vir vibrar pelos brasileiros que tentarão a vaga na chave, assistir jogos de altíssimo nível e quem vier ainda consegue acompanhar todos os tenistas da chave principal treinando pelo Jockey, disse Luiz Procopio Carvalho, diretor do Rio Open Qualifying, lembrando que nomes como o de João Souza, o Feijão, o de Carlos Berlocq e o de Victor Estrella Burgos estão na lista classificatória.

A entrada no Jockey Club Brasileiro para o Rio Open qualifying será gratuita.

Lista dos tenistas que jogarão o Rio Open qualifying

Carlos Berlocq (ARG) - 81º - 
Victor Estrella Burgos (DOM) - 96º
Inigo Cervantes (ESP) 107º
Daniel Taro (JAP) - 114º
Jozef Kovalik (SVK) - 115º
Daniel Gimeno Traver (ESP) - 116º
Nicolas Kicker (ARG) - 118º
Guido Andreozzi (ARG) - 119º
Alessandro Giannessi (ITA) - 124º
João Souza (BRA) - 125º
Andrej Martin (SVK) - 135º
Arthur de Greef (BEL) - 143º
Roberto Carballes Baena (SPA) - 145º

Assinar este feed RSS